Como embalar colchão para mudança

Aprenda como embalar o colchão para mudança segura, afinal 50% de nossa vida passamos em cima do colchão.
Rezende Junior
Como embalar colchão para mudança

Hoje quando realizamos uma mudança residencial, damos mais atenção à embalagem de objetos frágeis, claro que fazemos o certo, objetos frágeis são delicados e se quebram com facilidade, mas e o colchão, devemos nos preocupar com ele? Quais procedimentos que devemos tomar? continue lendo e fique por dentro de nossas dicas de mudanças, aprenda já e fique um passo à frente.

A dois tipos de suporte para o apoio do colchão a cama normal com estrado e o box. A cama box já virou moda nacional, por isso vamos falar sobre ela. 

Além de ser moderna, ela às vezes ocupa menos espaço e sua base reforçada pode suportar mais peso que algumas camas tradicionais. Mas quando chega a hora de fazer uma mudança, surgem várias dúvidas, não é mesmo?

Devemos nos preocupar com o colchão na mudança?

Essa é uma pergunta que muitas pessoas têm dúvida, mas não devemos nem pensar muito na resposta! Pense comigo, 50% de nossa vida passamos em cima do colchão, ele é nosso lugar de descanso, lugar dos nossos sonhos, não é verdade? Por isso é claro, que o colchão é um objeto que merece atenção especial na mudança.

Então vimos acima que devemos dar atenção especial para o colchão na mudança, mas como fazer isso? Como podemos prevenir estragos, ou qualquer acidente com ele? Solução simples e prática, a embalagem especial.

Mas antes é bom entender uma coisa: como é feito o seu transporte de uma cama box? É possível desmontá-la? Os estrados de uma cama comum geralmente são desmontados e transportados com facilidade. Mas e a cama box?

Entenda primeiro que a três modelos de cama box, primeiramente o ideal é identificar o modelo de sua cama box, para sabermos se ela é desmontável, ou não, para identificarmos qual melhor maneira de transporte e depois sim partiremos para embalagem, veja abaixo quais são.
  1. Cama box comum, este modelo de cama box não pode ser desmontado. Somente os pés ou rodinhas são retirados da base.
  2. Cama box bipartida, este é o único modelo que permitirá sua desmontagem da base, sendo mais comuns em colchões maiores, como king e queen size, fácil transporte e locomoção. Este modelo é bem prático, e de fácil desmontagem. Faça o seguinte, desse o colchão e levante a base do box, depois de levantado, desparafuse os pés ou rodinhas, feito isso ele está desmontado e pronto para embalagem.
  3. Cama box conjugado, este modelo é o que traz mais dificuldade para seu transporte. No box conjugado, o colchão está "grudado" à base e não permite nenhum tipo de desmonte.
Se você mora em apartamento ou pretende mudar para um, o ideal é sempre optar pela compra da cama box bipartida, as demais não dão a opção de desmontagem, e não costumam entrar em elevadores, ainda mais de prédios antigos.

Se não for desmontável, resta somente as opções das escadas ou içamentos, as duas opções costumam ficar um pouco cara, variam muito de empresa.

Caso necessitem deste serviço, contrate uma empresa especializada em mudanças.

Como embalar colchão para mudança

Primeiramente devemos comprar os materiais necessários para garantir a proteção máxima. 

Observação: está embalagem é simples, usada mais para transportes municipais ou seja na mesma região. Para uma mudança interestadual o processo é quase o mesmo, somente com preparo diferente. Vamos lá então, precisaremos de:
  • Papel ondulado
  • Plástico strech
  • Fita adesiva
  • Fitilhos (ou qualquer cordão que de para amarrar)

Utilize o papel ondulado

A primeira etapa, é fazer uma base de apoio para ficar no chão com papel ondulado, faça o seguinte processo, passe uma volta completa ao redor do colchão, depois de cortar use o fitilho para prender o papel ao colchão, dando firmeza.

Envolva o colchão com plástico strech

A segunda etapa, é envolver o colchão com plástico strech, preencha toda parte que estiver descoberta, que corra o risco de sujar, fazendo isso evitará que suje ou pegue poeira ou umidade.

Finalize o acabamento com fita adesiva

A terceira etapa finalizando, é o acabamento com a fita adesiva, com ela você pode está juntando as partes que ficaram soltas, e dará mais firmeza ao carregar o colchão.

(Faça este processo no caso de mudança interestadual) Não sabe o'que é mudança interestadual? acesse e descubra.

Como transportar o colchão na mudança

O transporte é a etapa mais difícil da mudança quando o assunto é o colchão, especialmente quando a pessoa vive em apartamentos ou pequenos espaços. Isso porque pode ser difícil colocar o objeto no elevador ou descer com ele pelas escadas — um problema mais comum em colchões de mola e camas box conjugadas (que não podem ser desmontadas).

Neste caso, um serviço de içamento de móveis pode ser necessário, de modo que a cama seja transportada verticalmente. Vale lembrar, entretanto, que este é um procedimento de alto grau de dificuldade, que deve ser realizado por profissionais qualificados e com experiência na execução deste tipo de serviço. 

Embalar a cama box e o colchão para protegê-los contra sujeiras, é a maneira correta para transportá-los. Mas também é necessário ter cuidados especiais na hora de carregá-lo, por exemplo não dobre para não deformar ou danificar as molas e a estrutura interna.

Conclusão

É isso aí, gostou das dicas? Restou dúvidas, deixe nos comentários. Aprenda também, os cuidados que devemos ter com a geladeira na mudança, afinal ela é um dos principais eletrodomésticos de nossa casa.

Getting Info...

Postar um comentário

Consentimento de cookies
Utilizamos cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Política de privacidade
Ops!
Parece que há algo errado com sua conexão com a internet. Conecte-se à Internet e comece a navegar novamente.
AdBlock detectado!
Detectamos que você está usando o plug-in de bloqueio de anúncios em seu navegador.
A receita que recebemos pelos anúncios é usada para gerenciar este site, solicitamos que você coloque nosso site na lista de permissões em seu plug-in de bloqueio de anúncios.